Estudar Para Concurso Público: Oito dicas iniciais para quem está começando

Tempo de leitura: 8 minutos

Você decidiu se tornar funcionário público e não sabe como começar? Aqui eu te darei 8 dicas iniciais para você começar a estudar para concurso público.

Atualmente os concursos públicos são o alvo de muitas pessoas devido à estabilidade oferecida e pelos salários, que geralmente estão bem acima dos salários da iniciativa privada.

Mas, passar em concurso público exige trabalho (estudar é trabalho também!) e perseverança, além de uma verdadeira vontade de querer passar.

Este pequeno artigo apresentará as oito primeiras dicas para que você comece, desde já, a “alinhar” o seu pensamento e seus atos aos seus objetivos. Vamos à elas!

1 – Traçar objetivos

A primeira coisa que você precisa fazer é ter um objetivo.

Não dá para abraçar o mundo, precisamos fazer escolhas para que não desperdicemos energia à toa.

Então, a coisa sensata a se fazer inicialmente, é eleger um objetivo.

E, este objetivo precisa ser de acordo com as suas características, gostos e aptidões, ou seja, você deverá iniciar, se ainda não o fez, um exercício de auto-conhecimento.

Lembre-se de Sócrates: “Conhece-te a ti mesmo”.

2 – Trace um plano

Depois de escolhido um objetivo, você precisa de um plano.

Você, por exemplo, deverá ler editais de concursos anteriores daquele cargo que você escolheu e lê-los de ponta a ponta, para tentar entender o que a examinadora quer do candidato.

Se você está começando agora, e o concurso escolhido é muito concorrido, mas as inscrições acabaram de se encerrar, sugerimos que você comece a estudar a partir de agora, mesmo que a previsão para o próximo concurso esteja muito distante.

3 – NÃO fique sem trabalho

Se você estiver trabalhando, NÃO largue o seu emprego, ou então, troque por outro que ocupe menos tempo do seu dia, mas não deixe de trabalhar.

O trabalho é um ótimo exercício para a sua mente e acabará ajudando você a desenvolver a sua capacidade de passar no almejado concurso.

Se você está desempregado, tente os concursos de níveis abaixo do seu e emposse!

Isso vai ajudá-lo a entender as empresas e órgãos públicos, e isso vai ajudá-lo na hora de fazer qualquer outra prova.

Tente os concursos de nível médio, tais como os da Caixa e do Banco do Brasil, se você tem nível superior, por exemplo.

Essas empresas oferecem jornada de trabalho de 6 horas e você terá tempo para estudar para o seu objetivo.

Você pode também trabalhar de casa usando a internet. Neste meu outro site, sobre empreendedorismo digital, eu mostro como você pode começar.

4 – Organize o seu tempo

Após a leitura dos editais dos concursos anteriores do cargo almejado, você deve montar uma agenda diária, com o número de horas que você dedicará para cada matéria.

Tente resolver as provas anteriores para avaliar como você está em cada matéria, e dedique maior tempo para as matérias que tenham peso maior e que você esteja mais fraco.

Participe também de cursos, assista a vídeo-aulas, pesquise sobre livros, participe de fóruns, fique antenado em tudo o que disser respeito ao seu concurso.

Se possível, tente montar equipes de estudo, e colabore o máximo que você puder, não tenha medo de fazer isso mesmo que a pessoa seja seu concorrente.

Tenho um outro artigo sobre como estudar para concursos, recomendo que você leia.

Lembre-se: o seu verdadeiro concorrente em um concurso é você mesmo!

Como assim?

Simples! Quando você desperdiça o seu tempo assistindo a programas idiotas ao invés de estudar, por exemplo!

Passar em concurso é um exercício de aprender a escolher o que realmente vale a pena e o que não vale.

E com o tempo você vai ficar craque nisso!

5 – Estude, mas com inteligência

Agora, com um plano traçado e o tempo devidamente organizado, você deve por a mão na massa.

Tenha um local sossegado e organizado, de preferência longe do telefone, e comece a estudar!

Passar em concurso não tem mágica, só passa quem estuda, e quem estuda certo!

Por isso, não se assuste com os números anunciados pelos meios de comunicação informam o número de candidatos ou o número de candidatos por vaga, porque isso não faz diferença para quem estuda.

Acredite-me, a maior parte dos candidatos que se inscrevem nos concursos estão tentando pela primeira vez, ou não estudaram nada (acreditam que vão passar na sorte!), ou estudaram, mas não estudaram da forma correta, ou não estudaram suficiente, ou seja, diversos perfis que não conseguirão nem classificar na prova!

E você que estudou da forma correta e está com a sua mente bem posicionada para a prova, é você quem irá passar!

Portanto, estude, mas estude de verdade, com vontade, coragem e fé em você e seu esforço!

6 – Participe de outros concursos

Parte do do seu plano para estudar para concurso público é participar de outros concursos, para testar as suas habilidades em resolver questões.

Isto é muito importante para aprender a resolver uma prova.

Mas, não só isso.

Quando você estiver fazendo a prova, você vai estar treinando.

Muitas vezes, o candidato conseguiu adquirir o conhecimento necessário para passar, mas não consegue passar, porque não sabe resolver a prova!

Mas, como assim?

Não é só ler a questão, escolher e marcar a questão correta?

Não, não é só isso.

Você precisa aprender a controlar o seu tempo na prova.

Estudar para concurso público é treinar.

É ter a disciplina de ficar sentado e concentrado na prova, ter um plano sobre quais questões e/ou quais matérias você vai resolver primeiro.

Você precisa definir se vai resolver as mais fáceis ou as mais difíceis, se as mais trabalhosas ou as menos trabalhosas, se as mais longas ou as mais curtas.

Então, você precisa chegar no dia da prova com tudo isso já definido.

Enfim, você precisa ter bastante coisa organizada em sua mente antes de entrar em uma prova.

E, participar de outros concursos, mesmo que não seja o seu foco, é um ótimo exercícios para aprender a fazer prova.

Lembre-se: Não adianta somente possuir o conhecimento, é necessário saber usar este conhecimento.

7 – Conheça o inimigo

Resolva questões da banca ou das bancas que já aplicara a prova do cargo que você está objetivando.

Estudar para concurso público é um exercício de estratégia.

Então, conhecer a banca é fundamental para vencer o jogo.

Por exemplo, têm bancas que gostam de mudar apenas uma palavra de um texto, de uma lei, por exemplo, para testar se o candidato conhece a letra da lei, isto é, a lei na íntegra.

Outras preferem testar o conhecimento do candidato em termos de aplicação prática, ou seja, se ele consegue utilizar o conhecimento adquirido em uma situação prática qualquer.

Bancas como a Fundação Carlos Chagas, Cesgranrio, CESPE e FGV são algumas das principais empresas responsáveis por avaliar os concursandos e cada uma têm um estilo de prova.

Com o tempo, você se tornará hábil nisso, basta treinar, ou seja, basta resolver muitas questões aplicadas pelas bancas nas provas anteriores.

8 – Ame as matérias!

A partir de agora, não existe matéria que você não gosta!

Se você acha que não gosta de matemática, repita para você mesmo:

“Eu amo matemática! Eu amo matemática!”

Existem pessoas que dizem que não gostam de português ou matemática, ou outra matéria qualquer.

Para você não existe mais isso!

Estudar para concurso público significa aprender a amar as matérias que vão cair na sua prova!

Você vai ter que aprender a, não só gostar, mas vai ter que aprender a AMAR a matéria ou as matéria, principalmente aquelas que te colocarão à frente da concorrência, que são justamente aquelas que a maioria das pessoas dizem não gostar.

Este será o seu diferencial.

Além de este novo posicionamento mental facilitar a sua vida na hora de estudar isso te colocará à frente da maioria dos candidatos que dizem não gostar da matéria!

Por isso, a partir de agora, você ama todas as matérias, todas são iguais perante a você!

Bons estudos!

Facebook Comments

Comments

comments

Facebook Comments